TAEKWONDO

OBJETIVO: O presente regulamento tem por objetivo definir os critérios para as competições de Taekwondo do JOBIS, que serão realizadas no estado de Santa Catarina em 2017.
Art. 1º. Serão seguidas as regras da World Taekwondo Federation – W.T.F. e, para as categorias inexistentes no sistema WTF, o que for proposto pela comissão organizadora do JOBIS.
Parágrafo único: Federação Catarinense de Taekwondo, será a responsável pela Coordenação e arbitragem da modalidade.
Art. 2º. As categorias de faixas terão as seguintes divisões:
§1º. Colorida iniciante classe 1: Para atletas de faixa branca (10°gub) até a faixa amarela ponta verde (7°gub).
§2º. Colorida intermediária classe 2: Para atletas da faixa verde (6° gub) até a faixa azul ponta vermelha (3°gub).
§3º. Colorida graduada classe 3: Para atletas da faixa vermelha (2°gub) até a faixa preta (Dan).

§4º. O competidor deverá apresentar no momento da pesagem, um comprovante de graduação da sua federação, ou declaração da mesma, comprovando a sua graduação.
Art. 3º. As divisões de idades compreenderão as classes absoluto, máster e veterano, divididas nos naipes masculino e feminino. DIVISÕES DAS IDADES

PARÁGRAFO ÚNICO – Em hipótese alguma o atleta poderá subir divisões de categoria de idade além da sua. Porém se preferir, poderá se inscrever em categorias de idades mais baixas. A comprovação da idade se dá pela apresentação do documento de identidade no momento da pesagem
Art. 4º. Os pesos das categorias absoluto, compreenderão as seguintes divisões:


Art. 5º. Os pesos das categorias máster e veterano , compreenderão as seguintes divisões:
Master (40 anos), Veterano (50 anos) MASCULINO FEMININO

Art. 6º. O sistema de competição será de eliminatória simples, sem disputa de terceiro colocado.
REGULAMENTO TÉCNICO
Informações Gerais:
contato@jobis.org.br
Informações Técnicas:
tecnico@jobis.org.br
48-984098839 – 48-99138-7006
Art. 7º. Cada entidade poderá participar com qualquer número de atletas por categoria, e deverá respeitar as exigências das divisões.
Art. 8º. Atletas que reprovarem na pesagem, ou passaram idade errada, ou passarem graduação de faixa errada, serão automaticamente desclassificados.
Art. 9°. Cada atleta é responsável pelos equipamentos de proteção que utilizará nas competições, exceto pelo colete eletrônico, que serão os equipamentos da FCTKD – Federação Catarinense de Taekwondo. Porém o atleta deverá trazer a meia eletrônica Daedo.
PARÁGRAFO ÚNICO – Os protetores obrigatórios são: capacete (azul ou vermelho, sendo proibido uso de capacete branco) caneleira, antebraço, genital, bucal, luvas, protetores de pé da marca oficial vigente do evento. O não uso de todo o equipamento de proteção acarretará desclassificação imediata pelo árbitro.
Art. 10. Este regulamento está sujeito a alterações, caso haja mudanças nas regras estipuladas pela comissão organizadora.
Art. 11 – A qualquer época, o Coordenação Nacional dos JOBIS – caso considere importante – acrescentará novas instruções visando esclarecer dúvidas e assegurar o bom andamento do campeonato.
Art. 12 – Os casos não previstos neste regulamento poderão estar contidos no Regulamento Geral dos JOBIS, ou serem editados em ANEXOS, que serão parte integrante deste Regulamento e do Regulamento Geral dos JOBIS.
Art. 13 – Os casos omissos neste Regulamento ou que venham a gerar dúvidas de interpretação serão resolvidos pelo CNJ.

Deixe um comentário